A COMUNIDADE A SERVIÇO DA EDUCAÇÃO


terça-feira, 30 de abril de 2013

Preparação para eleições do grêmio Estudantil 2013


Durante o mês de abril, foram realizadas as oficinas para capacitação dos interessados em se candidatar para as eleições do Grêmio Estudantil  2013.  A oficina tem como objetivo preparar os candidatos do grêmio para a representação dos estudantes frente a unidade escolar, esclarecer eventuais dúvidas, incentivá-los e mostrar que o caminho para a melhora do aprendizado do estudante também depende da participação efetiva e das demandas levantadas pelos mesmos.




Durante os encontros, foram levantados os principais eventos, nos quais o movimento estudantil obteve êxitos, como a passagem gratuita e a meia entrada em eventos culturais e as conquisras para a própria escola, como a compra de uma mesa de ping-pong e as festas de formatura dos estudantes.

Além de trabalhar a questão da representatividade do grêmio na escola, o BE ouviu a opinião dos mesmos a cerca da atuação do grêmio e que caminho eles podem trilhar para não cometer os mesmos erros e tornar o grêmio estudantil da Escola Municipal Ruben Berta um sucesso. Também foram discutidos os maiores problemas encontrados na escola e a todo o momento os estudantes refletiram sobre a melhora daquela situação, onde foi possível constatar que na maioria dos casos a mudança pode partir da solicitação e mobilização dos alunos para a direção.

Por Ana Carolina Gomes

Cantando e encantando com Vinícius


A Escola Municipal Ernesto Franciscone, tem como tema norteador para 2013 os 100 anos de Vinícius de Moraes. Por esta razão, durante o mês de abril, o projeto Bairro Educador Senador Camará, em parceria com a professora regente da sala de leitura, Renata Mira, vêm desenvolvendo atividades ligadas a este tema com as turmas dos 4º e 5º ano.


Através da oficina de poesia, os estudantes tiveram a oportunidade de desenvolver o interesse pela leitura, interagir uns com os outros num debate a respeito do poeta Vinicius de Moraes, quem eles diziam não conhecer. A partir da apresentação das obras mais populares de Vinícius, os alunos reconheceram a maior parte das músicas e poemas apresentados.

Em meios aos livros da sala de leitura, um ambiente totalmente propício para essa atividade, os estudantes cantaram algumas músicas de Vinícius, levando a pensar na possibilidade de uma apresentação do coral dos alunos na culminância do projeto.

Por Ana Carolina Gomes

BE São Carlos nas Olimpíadas


Motivados pela expectativa das olimpíadas e competições esportivas no Rio de Janeiro iniciou-se durante o mês de abril, a trilha educativa – contação de histórias “São Carlos nas Olimpíadas” na Escola Municipal Fundação Leão XIII.



Os estudantes assistiram a um vídeo que abordou a temática: o que são as olimpíadas, e como começaram? O vídeo, instrumento que auxiliou o trabalho da trilha educativa, conta de forma lúdica a história da Grécia Antiga. A atividade contou com o apoio da pedagoga Ednalda Oliveira, que monitorou e conduziu o aprendizado com a vídeo-aula.


O conteúdo foi passado aos estudantes que responderam sobre como tiveram início as modalidades esportivas e o significado das argolas coloridas – que representam os cinco continentes e a pira olímpica – tradição Grega que visa manter acesa a chama, durante a competição, em nome de deuses do olimpo.

Como desdobramento da ação os estudantes pintaram as argolas em sala de aula e foi produzido um mural para a exposição dos trabalhos dos estudantes na unidade escolar.


Por Hugo de Oliveira

Circuito de divulgação das eleições do grêmio estudantil


A Escola Municipal Liberdade, começou durante os meses de março e abril os preparativos para as eleições do grêmio estudantil. A gestora de projeto do Bairro Educador Santa Cruz, informou para os estudantes como se dá o processo de formação das chapas, listou as responsabilidades dos membros de um  grêmio e o prazo para formação das chapas e das plataformas de campanha.


Alguns estudantes quiseram se inscrever de imediato, e solicitaram informações detalhadas sobre o processo. Foram abordados, durante os encontros, temas relacionados a escolha dos estudantes representantes de turma, cujos nomes dos candidatos foram coletados.

As visitas estimularam estudantes de turmas diferentes a se mobilizarem para formar suas chapas. O Bairro Educador espera os eleitos para a capacitação do grêmio estudantil que será realizada em Junho.

Por Adriana Fernandes

Palestra orienta estudantes no combate a dengue


O Bairro Educador Cidade de Deus em parceria com o Núcleo de promoção e saúde, realizou em abril, uma palestra para os estudantes da Escola Municipal Pedro Aleixo, que abordou temas relacionados as questões da dengue. A bióloga Jaqueline Cavalcante explicou para os estudantes como é feito o combate à dengue e como evitar a proliferação do vírus no bairro.



A palestra foi direcionada aos estudantes do 7º ano, que serão os multiplicadores das ações contra a dengue e darão as informações necessárias para os demais alunos sobre como prevenir suas casas e o espaço escolar da proliferação do mosquito.


Através de vídeos, slides, música e uma roda de conversa, eles aprenderam sobre o perigo em manter água parada, seja em caixas d’agua, vasos de planta ou pneus. Além disso, eles aprenderam algumas recomendações sobre o tratamento da dengue, como por exemplo, descanso e alimentação baseada em frutas, legumes e líquidos.

O Bairro Educador Cidade de Deus e a Escola Municipal Pedro Aleixo  agradecem a Jaqueline Cavalcante pela parceria.


Por André Feital

Oficina de poesia – 100 anos de Vinícius de Moraes


Durante o mês de abril, foi realizado na Escola Municipal Ariena Vianna da Silva, BE Senador Camará, a oficina de poesia “Vivendo e revivendo a vida e obra de Vinícius de Moraes”, que faz parte da trilha educativa “Trabalhando a poesia como forma de letramento”. A oficina busca trabalhar com o Projeto Político Pedagógico (PPP) da escola temas referentes aos 100 anos do poeta Vinícius de Moraes e auxiliar de maneira lúdica a questão do letramento com as turmas finas do 1º segmento.


Foram desenvolvidas algumas dinâmicas e brincadeiras com os estudantes, com o objetivo de fazer com que a gestora do BE entendesse as necessidades de cada turma para poder auxiliar de maneira efetiva na realização das atividades educativas.


Na segunda atividade, foi feita a aplicação do “Marco 0” e a apresentação das obras de Vinícius de Moraes. Muitos estudantes disseram não conhecer as obras do poeta. Ao final da atividade, eles receberam algumas palavras que rimavam umas com as outras e tiveram que usar a imaginação para criar seus próprios textos.

Foi proposto que os estudantes escrevessem alguma poesia, ressaltando a rotina de cada um, para serem entregues no próximo encontro, e como brinde eles ganhariam um livro.

Por Ana Carolina Gomes

Estudantes de Vargem Pequena na prevenção da dengue


Através da parceria do Bairro Educador Vargem Pequena com o Núcleo de promoção e saúde, foi realizada na Escola Municipal Professor Olegário Domingues, no mês de abril, a palestra sobre o combate e os cuidados com o mosquito da dengue.



A palestra, ministrada pela bióloga Jaqueline Cavalcante, teve como público alvo os estudantes, que serão os multiplicadores de ações contra a dengue, levando os conceitos aprendidos aos demais colegas.

Através de vídeos, slides, música e um bate papo, eles se conscientizaram sobre o perigo em manter a água parada, seja em caixas d’agua, vasos de planta ou pneus. Um vídeo educativo mostrando toda a trajetória pela qual as larvas passam, serviu de exemplo para os estudantes sobre todo o cuidado que devem ter nos hábitos diários.


Com relação ao tratamento, eles aprenderam que, no caso da dengue, os sintomas são tratados e recomenda-se descanso e alimentação baseada em frutas, legumes e líquidos. Além disso, eles aprenderam que pacientes com dengue não podem tomar analgésicos ou anti-térmicos com base de ácido acetil-salicílico (Aspirina, AAS, Melhoral, Doril, etc.), pois estes favorecem o surgimento de hemorragias no organismo.

O Bairro Educador Vargem Pequena e a Escola Municipal Professor Olegário Domingues agradecem a bióloga Jaqueline Cavalcante pela parceria.

Por André Feital

Uma aula de cidadania com a Associação de Moradores do Cerro Corá


Os alunos da turma 1201 da Escola Municipal Guararapes Cândido, BE Santa Teresa, participaram de uma roda de conversa com o representante da Associação de Moradores da comunidade Cerro Corá, Celso Guedes de Souza, para debaterem sobre os avanços e retrocessos ocorridos na comunidade e pensarem conjuntamente estratégias para extinguir ou minimizar os problemas atuais que afetam o território, no qual vive a maior parte dos alunos da escola.

Celso Guedes de Souza falou sobre a história da comunidade, desde seu surgimento. Em seguida, de sua trajetória pessoal, enfatizando a importância da educação em sua vida e ressaltando que a mesma é a melhor estratégia para se chegar ao desenvolvimento social e comunitário.

O palestrante também comentou com os alunos sobre à pacificação ocorrida na madrugada do dia em questão. Explicou que a pacificação permite que ONGs, projetos sociais e desportivos e outros serviços sociais se desenvolvam na comunidade, melhorando a qualidade de vida dos moradores e beneficiando a população.


No debate, o comportamento nocivo de jogar lixo em locais não apropriados se revelou um grande impeditivo para o bem-estar, a saúde e a qualidade de vida da comunidade.

Após problematizarem a questão do lixo na comunidade, e mediarem à busca por soluções, os alunos constataram que a educação encontra-se como uma das principais origens do problema, e propuseram ações educativas com os moradores da comunidade para sensibilizá-los e informá-los sobre as graves conseqüências deste comportamento de risco. Os estudantes também se comprometeram a levarem as informações apreendidas aos seus familiares e amigos sobre a necessidade de jogar lixo em local apropriado.

Aproveitando o assunto em pauta, foi exposto o filme “Vamos Salvar o Planeta”, da Turma da Mônica, que versa sobre o problema da poluição e sobre os três R´s(Reduzir, Reutilizar e Reciclar) que são mecanismos importantes para solucionar o problema elencado.

Buscou-se com o debate e com a exposição do filme munir os alunos de informações e percepções necessárias para que os alunos se tornem coautores de uma nova história em sua comunidade e porta-vozes das boas-novas relativas à saudável qualidade de vida, à promoção do bem-estar e à conquista da justiça social em seu território. Talvez isto aconteça em alguns anos, como no caso do representante da Associação de Moradores de Cerro Corá, Celso Guedes de Souza, que veio à escola a serviço da educação e do desenvolvimento social.

Se cada aluno multiplicar para seus familiares uma nova consciência socioambiental, a comunidade certamente virará a página para um futuro mais feliz e saudável, como afirma Celso Guedes de Souza: Tudo começa e termina na Educação: quando a Educação começa, os problemas pouco a pouco vão se extinguindo e quando os problemas se extinguem, certamente é porque a Educação se fez presente.

 Por Victor Rocha

Reunião com responsáveis e parceria com a Natura cosméticos



No dia 27 de Abril de 2013 aconteceu na Escola Municipal Adelmar Tavares a reunião com os responsáveis dos estudantes da educação Infantil. Um momento de suma importância para os pais acompanharem o desenvolvimento escolar das crianças. 

A reunião iniciou com palavras da diretora Sandra Lúcia que ressaltou a importância da presença da família na escola acompanhando o processo de aprendizagem, bem como, da união da escola com a família. Mesmo sendo os alunos ainda tão pequenos devem ter seus pais ao seu lado sabendo o que foi feito na escola, como está seu relacionamento com seus colegas, etc. 

Diretora Sandra Lucia apresentando música de Chico Buarque
Foi exibido um vídeo que falava sobre a responsabilidade com a criança e importância de desenvolver cada capacidade dos pequenos. Em seguida, a diretora da unidade escolar colocou em destaque que os responsáveis devem contar para seus filhos a história de seus antepassados para conhecerem de onde vieram e fazerem uma boa comparação de como era a infância antes e agora. Este momento foi precedido pela exibição de um vídeo com a canção Para Todos, de Chico Buarque.

GP Aline Alves falando aos responsáveis
 A Gestora de Projetos do Bairro Educador, Aline Alves, fez uma pequena introdução à participação da parceria com a Natura falando sobre autoestima e cuidado da mulher, já que as mães em geral são um espelho para seus filhos e ao se vêem como uma pessoa bonita que se preocupa com sua aparência certamente irá fazer com que a criança também sinta mais orgulho e admiração pelos adultos.

Finalmente a parceira representante da Natura Maria da Penha Rios falou sobre a oportunidade de ser autônoma e independente ao se tornar consultora da Natura. Além da qualidade dos produtos e como eles podem ser utilizados. Logo após foram sorteados 15 produtos da Natura para os responsáveis e foram distribuídos amostras de produtos para todos os presentes.

Avó de estudante sorteada com produto da Natura
Para finalizar a reunião foram entregues os boletins e os kits escolares para todos os pais.

Corpo humano, saúde e alimentação saudável


Nos meses de março e abril a Trilha Educativa “Corpo Humano, Saúde, Alimentação Saudável – Uma combinação Perfeita” iniciou com as turmas 1.501 e 1.502, na Escola Municipal Constantino Magalhães, integrante do BE Campo Grande.


A Trilha foi planejada junto às professoras do 5º ano, onde as atividades estão ligadas ao conteúdo do Projeto Cientistas do Amanhã. O Bairro Educador e o PSE estão viabilizando parcerias com o Posto de Saúde Pedro Nava, que vai possibilitar palestras sobre uma alimentação saudável, atividade física x sedentarismo, doenças, etc.


No dia 02 de abril as turmas assistiram ao vídeo Viagem Fantástica do Corpo Humano, o processo desde o nascimento até a morte, com informações e curiosidades sobre o corpo humano. A partir da exibição do vídeo foi possível revisar o conteúdo já aplicado e também aprender mais sobre o tema, como foi descrito pelos alunos através de trabalhos realizados pelas professoras, onde foi notável a atenção dos estudantes.

Por Bárbara Brandão

BE trabalha as “Vantagens de permanecer na escola”


A Escola Municipal Professor Josué de Castro, integrante do Bairro Educador Maré, recebeu nos dias 26, 29 e 30 de abril a aplicação do programa “As vantagens de permanecer na escola” da Empresa Junior Archievement.  A atividade faz parte da trilha pedagógica Conhecer, Entender, Escolher e Investir (CEEI) que vem sendo desenvolvida na unidade escolar pelo Bairro Educador com estudantes do 9º ano e objetiva ampliar os conhecimentos dos mesmos quanto às profissões e escolas de ensino médio, bem como de seus processos seletivos.


O Projeto CEEI vem sendo realizado pela equipe do Bairro Educador nas Escolas do Amanhã do complexo da Maré e tem como objetivo ajudar os estudantes do 9º ano a planejarem um projeto de vida que objetive a permanência na escola e o desenvolvimento pessoal.


O programa “As Vantagens de Permanecer na Escola” mostra aos estudantes do 8º e 9º ano a importância de continuar estudando, integrando conceitos de empregabilidade, educação e qualificação. O programa ocorre em cinco etapas, por meio de um jogo de tabuleiro, análise de gráficos, elaboração de um orçamento, planejamento de carreira e um debate.


De acordo com alguns estudantes, a permanência na escola fará toda a diferença para o futuro profissional deles. Uma das estudantes relatou já estar trabalhando como manicure e afirmou que continuará estudando para ter um futuro melhor. Outro estudante que estava extremamente resistente ao programa no início da atividade, pouco a pouco, foi refletindo sobre os conceitos apresentados e no momento da realização do jogo das Grandes Decisões foi o estudante que alcançou os 300 pontos (ganho máximo de pontuação) em seu grupo.

O Bairro Educador Maré agradece e parabeniza a todos os envolvidos nesta ação, como a direção da unidade escolar, que aceitou o desafio, o corpo pedagógico que apoiou o desenvolvimento da ação, a Junior Achievement, através da gestora Andreia Moleta e a voluntária da unidade escolar que está ajudando na aplicação do programa com as turmas de 9º ano.

Por Leonardo de Oliveira

Uma conversa entre amigos


Alunos da Escola Municipal General Osório, BE Coelho Neto, foram estimulados pela parceira e psicóloga Vânia Izzo, do Instituto Noos, a refletir sobre a importância da família para cada um nós, no dia 30 de abril. Através de uma roda de conversa e também com a ajuda de desenhos, os estudantes puderam expressar sentimentos e desejos variados em relação às suas famílias.

            
A ideia foi construir junto como os alunos um conjunto de compromissos e responsabilidades que cada integrante da família possui. Inclusive eles, como crianças, pensaram seu papel.  Em meio ao debate, o grupo concluiu que, no ambiente familiar, ingredientes como carinho e respeito são fundamentais. Outra descoberta interessante do grupo foi que os bens materiais não são mais importantes do que estar com seus pais e/ou familiares e que ter tempo para brincar é muito importante para o seu desenvolvimento.


O objetivo desta atividade foi de mostrar para os alunos que eles são crianças, que precisam ter responsabilidade e compromisso com os estudos e auxiliar no cotidiano da família, mas também é fundamental usufruírem de sua condição de crianças, tendo tempo para brincar, se divertir, dar e receber carinho. 

"Filosofar é preciso!"


A trilha educativa “Entre Gregos e Romanos”, aconteceu no dia 30 de abril, no CIEP Dr. Adão Pereira Nunes, BE Irajá, uma palestra sobre mitologia grega, com o estudante de filosofia da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Felipe Araujo.

Ao todo participaram cerca de 150 alunos. A atividade foi organizada pela gestora de projetos do Bairro Educador de Irajá, juntamente com a professora da sala de leitura, Solange Medeiros, com o apoio da Coordenadora Pedagógica, Gisele Cardoso, e com a participação de diversas professoras.


O palestrante Felipe Araujo falou sobre a mitologia grega, fazendo comparações com os mitos de outras culturas, como a cultura germânica, através do mito de Thor, reconhecido pelos alemães como o “Senhor do Trovão”, “Senhor do Céu e das Chuvas Benéficas”.

Outro mito que chamou atenção dos alunos foi o da indiazinha“Mani”, sendo uma lenda indígena brasileira, que explica como surgiu a mandioca:

“A indiazinha tinha a pela muito branca, diferente dos outros índios, e ao falecer, provocou o sentimento de saudade em sua mãe, que ao chorar em seu tumulo, dentro de uma oca, fez brotar a semente da mandioca”. (Lenda dos índios Tupi).’’

O mito grego “hermafrodito”, derivado da união dos nomes paternos Hermes e Afrodite, respectivamente Mercúrio e Vênus na mitologia romana, serviu como explicação para os estudantes do significado dos símbolos feminino e masculino. O símbolo feminino é representado pelo espelho da Deusa Afrodite, mas conhecida pelos gregos como a Deusa do amor e da beleza. O símbolo masculino é representado pelo escudo e a lança do Deus Ares, conhecido pelos romanos como Mercúrio, o Deus da guerra e da força.


Os alunos interagiram com o palestrante, de forma que expuseram suas opiniões sobre a temática, além de ter despertado inquietações sobre várias maneiras de entender os sentidos e os efeitos da natureza, explicados através da mitologia.

A palestra teve como objetivo ampliar os conhecimentos sobre a cultura Greco-Romana, além de promover o acesso à filosofia, que tem por finalidade estimular as habilidades cognitivas e de argumentação dos estudantes. A filosofia lecionada para crianças promove o desenvolvimento do caráter ético, autônomo e criativo.

O projeto Bairro Educador agradece ao palestrante, Felipe Araujo, por ter dividido o seu conhecimento sobre filosofia e mitologia de forma lúdica, ampliando a visão dos alunos sobre a temática.
Por Fernanda Souza.

Facebook na escola: uma proposta pedagógica


Os estudantes da Escola Municipal Olímpia do Couto, BE Irajá, participaram no dia 30 de abril, da oficina de informática, com o objetivo de aprender a criar uma página em uma rede social, cujo foco foi a elaboração de um perfil virtual para a unidade escolar, utilizando o facebook.


Durante a oficina, foi explicado para os estudantes, como uma página virtual do facebook pode ser útil para divulgação dos trabalhos que vêm sendo desenvolvidos pela escola, sobretudo àqueles ligados à produção de textos. Neste sentido, os mesmos foram estimulados a elaborar uma redação, onde falaram sobre a experiência de uma das últimas atividades que haviam participado - a visita à Nave do Conhecimento de Irajá e como esta experiência poderia ser relatada no perfil virtual da escola.


Em seguida, os estudantes criaram, com a ajuda do gestor de projeto do BE, um perfil virtual para a escola, onde postaram fotos da última visita à Nave do Conhecimento e fizeram uma atualização de status para o perfil da unidade escolar.


Após a criação da página, duas estudantes foram convidadas a assumirem a função de alimentar com informações o perfil da escola. Além destas, alguns professores foram informados pela coordenação sobre a criação do perfil e de como estes poderiam alimentar a página e propor atividades de leitura e escrita em aula que pudessem ser publicadas na mesma.

A criação de um perfil público para a escola no Facebook encontrou total apoio dos alunos, pois além de possuir maior visibilidade entre os mesmos, o seu manuseio é considerado menos complicado que uma página de blog, por ser mais dinâmico.

A oficina de criação de um perfil virtual, além de aproximar os estudantes da escola permite que os mesmos sejam capazes de expressar o lado criativo através da escrita.

Por Diogo Dutra de Souza

Aprendendo a se prevenir contra a tuberculose


Durante o mês de abril, o Bairro Educador Cidade de Deus em parceira com o Programa Saúde na Escola e os professores da Escola Municipal Professoranda Leila Barcellos de Carvalho proporcionou aos estudantes uma palestra sobre a tuberculose.



O objetivo da palestra foi esclarecer para os estudantes os males que essa doença provoca e a forma correta de tratamento que pode levar à cura. Além das orientações dadas na palestra, os estudantes receberam folhetos explicativos para reforçar o tema abordado.


Os estudantes, que ficaram curiosos em saber como é o processo da doença, foram bastante participativos ao interagir, pois tiraram dúvidas e mostraram o que aprenderam no decorrer da palestra.

Durante a palestra um estudante relatou que o irmão havia contraído a doença e que ele já tinha ido ao posto de saúde para a prevenção da mesma.

De acordo com os estudantes, a palestra foi bastante proveitosa, pois muitos assimilaram os conceitos transmitidos no debate e ficaram preocupados com a doença e como se prevenir da mesma.


Por Marcelo Machado

Trilha educativa trabalha temas “amizade e tolerância”


A trilha educativa “Amizade e Tolerância” teve início  no mês de abril na Escola Municipal Tenente Góes Monteiro, integrante do BE Campo Grande. A trilha baseia-se em valores e tem como objetivo levar o estudante a refletir sobre sua própria conduta e a dos outros, analisando a convivência escolar e valorizando a importância da amizade, do respeito, afetividade e tolerância entre o grupo escolar e demais pessoas de seu convívio.


Temas como tolerância, respeito às diferenças, direitos e deveres, combate a violência, bullying, diálogo, entendimento e construção da paz estão sendo abordados com as turmas, por meio de diferentes dinâmicas e atividades.


As turmas 1.401 e 1.402 (4º ano) confeccionaram convites de aniversário para a Festa da Tolerância, onde serão trabalhadas questões decorrentes ao tema, e com isso eles se conscientizam a tolerância é o caminho para outros valores importantes da vida.

Por Bárbara Brandão

Soletrando poesia


A Escola Municipal Professor Fábio Cesar Pacífico, integrante do BE Campo Grande, iniciou durante o mês de abril o concurso “Soletrando”, que tem como objetivo incentivar e ampliar o vocabulário dos estudantes, trabalhando as dificuldades ortográficas através de uma competição saudável.


O Soletrando está sendo trabalhado com base nas obras do poeta Vinicius de Moraes. Por esta razão a atividade estimula os estudantes a estudarem e valorizarem os poemas do autor, incentivando também o sentimento de coletividade, pois os participantes têm a oportunidade de treinar o vocabulário com os colegas de turma.


O concurso acontece com as turmas do 4º e 5º ano, com o intuito de promover a interação entre os estudantes de diferentes turmas, onde os mesmos são desafiados a soletrar as palavras do poema recebido.


O concurso possibilitou um momento de crescimento e descontração, onde os participantes puderam mostrar todo o aprendizado ao soletrar as palavras selecionadas. Ao término da atividade, os estudantes leram as poesias que os mesmos criaram para as turmas.

Por Bárbara Brandão

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Reunião de acompanhamento dos processos educativos



Aconteceu no dia 29 de abril mais uma reunião mensal de planejamento e devolutiva entre a equipe do Bairro Educador e a 2ª Coordenadoria Regional de Educação. Gestores de Projetos e Gestores de Núcleo de diferentes territórios participaram do encontro que se pautou no acompanhamento dos processos educativos e no alinhamento das demandas e diretrizes educativas, visando o aprimoramento metodológico e de gestão para a melhoria contínua das ações de educação integral nas unidades escolares desta instância.

Na reunião, foram abordados assuntos de natureza macro, voltados à gestão, como a necessidade de aperfeiçoar as relações humanas nas unidades escolares, buscando a partir da gestão de pessoas, subsídios que promovam um arranjo propício para a efetivação de uma proposta integradora na sua acepção mais ampla, na qual tanto alunos, quanto professores, direção escolar e demais membros do corpo escolar sintam-se integrados e contemplados nas ações do Bairro Educador, afinal, a proposta de educação integral vislumbra um cenário no qual as potencialidades da pessoa humana sejam desenvolvidas de forma harmônica e integradas, o que abrange a figura de grande protagonismo e relevância no processo de desenvolvimento: o professor.


O encontro em questão também promoveu uma reflexão quanto ao instrumento de avaliação do Bairro Educador, atentando para a necessidade de reformulação deste, a fim de propiciar um sistema avaliativo que abarque todas as dimensões de trabalho educativo da instituição e componha um mecanismo de compreensão plena das conformidades e não conformidades das ações e planejamentos educativos.

No decorrer da reunião também ocorreu um acompanhamento individualizado das atividades realizadas em unidades escolares específicas, que serviu de certo modo como uma via de intercâmbio para os presentes, pois foi possível a troca de experiências e o compartilhamento de ideias e propostas para construção de estratégias coletivas de impacto na educação.

Esta reunião traduziu em si a natureza de sua proposta: a de integrar e fazer da integração um modo de elevar as potencialidades humanas. Isto vale para essa reunião e para as ações de promoção da Educação Integral nos territórios. Em nossa próxima reunião já agendada para 20 de Maio buscaremos aprofundar as ideias apresentadas.
 Por Victor Rocha